SOBRE A ASSOCIAÇÃO

A Associação Brasileira dos Pequenos e Médios Produtores de Gemas, Jóias e Similares; Mineradores e Garimpeiros tem por finalidade implementar ações que resultem na melhoria da qualidade de vida do cidadão, com ênfase no desenvolvimento econômico, social, cultural, no combate à pobreza, na difusão da educação complementar, da pesquisa , da ciência, da tecnologia, da preservação do meio ambiente, na profissionalização, no empreendedorismo e na geração de renda.

  • São objetivos da ABRAGEM:
  • Contribuir para a construção de uma Política Nacional de Produção e de Gestão dos Recursos Minerais;
  • Planejar, coordenar e realizar cursos profissionalizantes, no Brasil e no Exterior;
  • Gerar mão de obra qualificada para atender demanda do setor de Jóias e pedras preciosas;
  • Implantar laboratório de gemologia e oferecer serviços de avaliação com eficiência e autenticidade das pedras e metais preciosos;
  • Implantar Escola-cooperativa para ensinar técnicas e conhecimento na produção de lapidação de pedras, produção de jóias, artesanato mineral e design de joias, no Brasil e no Exterior;
     

"Ajudando a formar um futuro melhor."

NOSSA FILOSOFIA

A ABRAGEM – Associação Brasileira dos Pequenos e Médios Produtores de Gemas, Joias e Similares; Mineradores e Garimpeiros, qualificada como OSCIP pelo Ministério da Justiça é composta por experiente corpo técnico que se destaca, acima do teórico, pela vivência prática em suas áreas de atuação, possibilitando disponibilizar serviços especializados na consultoria e capacitação técnica de profissionais no setor de gemas, direcionados à inclusão social de pessoas de baixa renda no mercado de trabalho.
Os trabalhos são realizados em consonância com as necessidades identificadas na rede de ensino público e no setor mineral, em conformidade com as diretrizes e objetivos estabelecidos no Estatuto Social da Associação.

NOSSA HISTÓRIA

NOSSOS VALORES

/

01

A ABRAGEM tem como missão proporcionar desenvolvimento de pessoas excluídas do seio da sociedade, por meio de ações educacionais que estimulem o exercício da cidadania e a inclusão social, para tornar a sociedade mais justa e igualitária.

MISSÃO

02

/

/

03

PARCERIAS

Ao longo de anos estamos realizando parcerias com todas pessoas de bem, na intenção de produzir trabalhos dignos e consistentes para o nosso país.

No ano de 2000, foi criada a Abragem, com um grupo de alunos e o professor de Gemologia, no Projeto Gemas e Joias. que funcionava no espaço do Museu Nacional de Gemas no mezanino da Torre de TV, com o objetivo de representar os vários segmentos do Setor de Gemas e Joias, tais como ourivesaria, joalheria, lapidação de gemas, artesanato mineral, mineração e a classe dos garimpeiros em geral.para respaldar as iniciativas de produção e mercantis nas quais se empenhavam.

A intenção foi criar uma instituição que pudesse dar suporte aos seus iniciantes e entusiasmados alunos que desejavam se tornar atuantes no mercado.

O objetivo principal da Abragem seria a defesa dos direitos dos pequenos e médios pretendentes a ourives, lapidários, artesãos, lojistas do ramo, pequenos mineradores e garimpeiros, abrindo-lhes possibilidades junto aos órgãos dos governos local e federal para respaldar as iniciativas de produção e mercantis nas quais se empenhavam.

Em 15 de dezembro de 2010 a Associação recebeu a certificação de OSCIP para poder atuar em parceria com o Governo Federal e o GDF nos projetos de inclusão social.
O Programa Parceiros das Escolas, do GDF, a habilita a ocupar parte das dependências do Centro de Ensino CASEB, localizada na 909 Sul, local onde desenvolve seus projetos de capacitação profissional.

PERSPECTIVA HISTÓRICA

COMO FOI CRIADA

/

02

/

01

O futuro a Deus pertence, no entanto, a ABRAGEM, diante dos seus valores, acreditando no verdadeiro sentido de igualdade, tem trabalhado para propiciar melhores oportunidades para as pessoas carentes e excluídas do convívio social.

O FUTURO

03

/

  • Estimular a utilização de tecnologias limpas na produção de gemas e de jóias e nas atividades de mineração e de garimpagem, de forma a viabilizar e disseminar ações e práticas de proteção e
  • preservação do meio ambiente, da biodiversidade e dos recursos hídricos;
  • Desenvolver pesquisa, realizar avaliação, monitorar ou supervisionar a execução de projetos em parceria com órgãos governamentais, organizações do setor privado ou instituições internacionais;
  • Elaborar estudos e diagnósticos nas diversas áreas do conhecimento humano, abordando os aspectos culturais, sociais, econômicos e políticos institucionais;
  • Defesa, preservação e conservação do meio ambiente e promoção do desenvolvimento sustentável;
  • Realizar estudos, diagnósticos e análises sobre mercado de trabalho, mão de obra, necessidade de capacitação e treinamento de interesse das instituições publicas e privadas;
  • Realizar qualificação profissional presencial e à distância, nos diversos segmentos do mercado de trabalho;
  • Contribuir para a valorização da identidade e da cultura brasileira como expressão social;
  • Incentivar o cooperativismo, o associativismo e a solidariedade entre as pessoas;
  • Coordenar ações do voluntariado para atuar na formação de empreendedores, na educação ambiental e na capacitação para a gestão eficiente;
  • Capacitar para a gestão, empreendedorismo e promover intercâmbio de experiências e conhecimento;
  • Prestar consultoria em projetos e serviços com vistas à geração de emprego, trabalho e renda;
  • Interagir com instituições e profissionais especializados para discussão sobre políticas públicas e no planejamento de ações voltadas para a eco-eficiência;
  • Formar redes para conectividade de idéias e ações mobilizadoras para o desenvolvimento sustentável;
  • Realizar e apoiar, exclusivamente ou em parceria com organizações afins, conferências, seminários,
  • simpósios, cursos, treinamentos, capacitações, atualização, especialização e eventos assemelhados com o setor mineral e outros, como artesanatos em geral e/ou afins, em âmbito Internacional,
  • nacional, estadual e municipal;
  • Produzir e divulgar informações e conhecimentos técnicos relacionados com as atividades desenvolvidas;
  • Promover a ética, a paz, a cidadania, a democracia e outros valores universais;