Curso de Lapidação de gemas

Formamos mais do que operadores de máquinas e lapidadores, formamos produtores de gemas preciosas.

1/5

Formação

​​
O prazo estimado para a formação em um curso de lapidação de gemas com a intenção do profissional ter as habilidades básicas para produção dos mais variados tipos de formatos das gemas e de 3 meses, podendo ser estendido para um prazo maior no caso de curso avançado.

O curso de lapidação se baseia na formação de operador de máquinas de lapidação com a sensibilidade de lapidário em equalizar os melhores formatos para cada gema a ser lapidada.

Maquinário

​​
Durante anos, foi utilizado a lapidação no estilo “tabuinha”. Mas o desenvolvimento tecnológico e a necessidade de mercado de peças iguais e de rápido acesso impulsionou a produção de máquinas eficientes e de baixo custo inicial.
Nosso propósito é capacitar cidadãos a utilizarem as máquinas de lapidação de última tecnologia com a intenção de se enquadrar rapidamente no mercado competitivo.
As máquinas não são de nossa fabricação, pois somos uma associação e o que podemos oferecer são máquinas com valores abaixo do mercado devido ao nosso cunho social.

Aprenda a lapidar em três meses, com o máximo de qualidade e perfeição, dentro dos parâmetros exigidos pelo mercado competitivo internacional.
Todas pessoas interessadas em aprender uma profissão bonita e rentável, que permite a você trabalhar na sua própria casa, com toda a tranquilidade e conforto que ao profissão de lapidário oferece, podem se inscrever em nossos cursos e garantir sua participação logo.
Mesmo se você nunca lapidou, não tem problema. Nossos cursos dão uma visão mais aguçada ao setor de gemas, com instruções sobre gemologia, formação rochosa e as técnicas de lapidação. Não basta apenas saber cortar as pedras. Tende de saber trabalhar a gemas com o melhor aproveitamento que a peça pode oferecer.
Durante o curso, você aprende a serrar e a formar gemas; a colar e a calibrar; a facetar e polir, enfim, todo o processo de lapidação, até você conseguir lapidar pedras redondas nos formatos brilhante, fantasia e outros diversos, seguindo a orientações de manuais de corte.
Todo o material do curso é fornecido pela ABRAGEM (diagramas, manuais e Certificado de Participação) inclusive as gemas utilizadas no aprendizado, que ficam com você ao final do curso. Um presente que você pode guardar por toda a vida, fazer uma joia ou mesmo vender.

Entre em contato para saber sobre valores.

Reportagem

​​
A mineração continua sendo uma excelente fonte de renda para os mato-grossense. Fora das indústrias, a lapidação de pedras coradas surge como alternativa para quem procura novas oportunidades de trabalho. Um curso gratuito do Estado apresenta os primeiros passos no caminho das pedras.

Neste vídeo é utilizado o trabalho no estilo "tabuinha", enquanto que a proposta a ABRAGEM é a formação em maquinários de primeira linha para garantir o sucesso no mercado de trabalho pelo aluno.

Com máquinas

​​
Com este vídeo de demonstração da Lapidart é possível entender como é o funcionamento da máquina de lapidação.

Através do index de orientação angular, o lapidário adapta a máquina seguindo as orientações de um manual.

Um pouco da história da lapidação no Brasil

A lapidação de pedras coradas no Brasil foi trazida pelos alemães na primeira metade do século passado, mais precisamente na cidade de Teófilo Otoni, que até hoje é um dos o maiores pólos de transformações de pedras preciosas no país. De lá até os dias atuais o que se viu foi um apogeu da lapidação até os anos noventa e a partir daí um declínio acentuado dessa atividade no Brasil. Os fatores são inúmeros, negligência governamental, falta de crédito, falta de escolas, falta de tecnologias, etc. O Brasil ainda pode ser considerado como uma das maiores províncias gemológicas do mundo, apesar do declínio das atividades extrativas de gemas. Atualmente o comércio das variedades gemológicas
do quartzo irradiado tem sobressaído. A lapidação dessas gemas tem assegurado muitos postos de trabalhos.
Diz-se que a lapidação do Brasil não é de boa qualidade, isso é uma injustiça, pois nossas gemas são apreciadas e comercializadas no mundo inteiro e as jóias brasileiras têm ganhado destaque no comércio internacional com design inovador e criativo, mostrando a competência e habilidade de nossos designers e lapidários.

Atualmente a lapidação no Brasil está passando por um período crítico. O desenvolvimento da lapidação na China e Índia fez com que a da lapidação daqui entrasse em crise, embora a maioria das pedras brutas lapidadas nesses países sai de nossas lavras. É um paradoxo enquanto nesses países a lapidação tem um “boom” aqui ela vai se extinguindo. Os fatores são inúmeros, desde a falta de políticas concisas para o setor até a liberação sem restrição de pedras brutas para exportação, falta de tecnologia adequada, leis trabalhistas onerosas e a desvalorização da mão de obra de nossos lapidários.

O que deveria ser feito e de imediato é a proibição da exportação de pedras brutas para o exterior, de cada 1 kg de pedra bruta exportada são seis postos de trabalho que deixam de ser criados aqui.

Essa inovação tecnológica foi idealizada com o objetivo de reduzir custos de produção, de espaço e de energia.

Ela é composta por uma estrutura em forma hexagonal com seis estações de trabalho a lapidação é feita com catraca. A célula de lapidação possibilita a produção em larga escala, a pedra é lapidada em etapas, por facetas especificas, cada lapidário executa uma determinada faceta. Na célula de lapidação as tarefas são divididas por dois facetadores e quatro polidores. A distribuição é feita em função dos números de facetas e a forma que a pedra vai ter, geralmente coloca-se um facetador para a coroa e o outro para o pavilhão e os polidores fazem o polimento das mesmas facetas, isso agiliza a produção. A catraca deve ser mantida sempre na mesma posição de ângulo e altura sendo desnecessárias  udanças.
Com a equipe toda treinada é possível ter uma produção diária de 80 a 120 pedras, com pedras entre 2 a 5 ct. Essa diferença é em função da forma da lapidação. Na seqüência da lapidação a pedra segue com a caneta acoplada, essa encaixa na catraca e esta pronta para ser executada a tarefa. Essa técnica permite agilizar a produção e pode ser denominada técnica de lapidação em série de faceta. Para que o trabalho seja bem executado a equipe deve estar sempre motivada, treinada e integrada. Devem-se estabelecer metas e prêmios de produtividade, por que o que esta se fazendo é lapidação de pedras preciosas, o trabalho deve ser feito rápido, porém muito bem feito, não pode haver rejeito, a pedra precisa ser lapidada em quantidade e qualidade. A figura 2 mostra detalhe da maquina de lapidar

(catraca).

Seminário sobre Design e Gemologia de Pedras, Gemas e Jóias do Rio Grande do Sul Soledade, RS – 06 a 08/05/2009.

Estrutura hexagonal de lapidação. 

Lapidário trabalhando em uma máquina.

Pedras calibradas, mesmo tamanho e formato

Lapidação